segunda-feira, setembro 08, 2014

Textos Perdidos (#11)


Deste me como garantida, continuas me a dar.
Avisei te.
Acomodaste te.
Não queres saber.

E eu também não quero.
Já quis. Já tentei mudar. Já te ajudei. Fartei me. Não quero saber.
Quando deixaste de querer saber de mim, foi esse dia.
Eu disse te várias vezes quando eu deixar de me preocupar é que tens de te preocupar.
Hoje foi esse dia.
Já devia ter sido à mais tempo. Não foi.  É agora.

Porque já não é amizade, já não é nada.

Escrito em Maio de 2014

(Este texto já devia ter sido publicado em Maio. Já vai tarde, estava guardado nos rascunhos, mas segue hoje. É algo que já acabou e já não interessa nada.)

1 comentário:

  1. Virar a página e seguir em frente na vida. Com certeza que a próxima página será melhor que a anterior :)

    ResponderEliminar

escreve... vá lá... não custa nada... ;)