domingo, novembro 10, 2013

Sobre a Margarida Rebelo Pinto

Oh Guidinha, agora que já passaram uns dias depois das coisinhas que falou, que vi assim por alto a entrevista, onde também tive oportunidade de ouvir o Bruno Nogueira no Tubo de Ensaio, já posso comentar isto assim como que com outro ar, vá. Pode ser? Pode ser sim, porque aqui no estamine é uma democracia, mas quem manda sou eu. 
Falemos assim... Não gosto de si. Até gostava. Li os seus primeiros dois livros o Sei Lá e o Não há Coincidências e até que não achei assim muito mau. Digo aqui que até gostei. Li muito bem os seus dois livros e despachei os rápido. Não é aquela literatura, mas lê se bem, é agradável. Não dou os euros que os meus pais deram, por desperdiçados. Continuando, surgiram outros que até comprei. Lembrei me do Principezinho. O Principezinho, para quem não sabe, o meu livro de insónias. Leio duas linhas e já fui. Desapareci. Adormeci que nem um pequeno. Não é necessário dizer que nunca o li, pois não?! Pois... Sei que quem passa aqui que odeia a mulher dirá coisas más e feias sobre mim por comparar a Margarida Rebelo Pinto com o Antoine Saint.Extupéry. Imaginem... Não quero saber. Avancemos... 
Aqui está o problema: o seu comentário sobre as gordinhas. A partir daí amiga, o meu amor por si esta idêntico ao meu amor pelo Cristiano Ronaldo, com a salvaguarda de que pelo menos o Ronaldo assim de repente faz me saltar do sofá assim com "ganda golo caralho" e por aí fora. Esses seus comentários sobre as gordinhas, não falemos. É melhor, acredite. Porque as gordinhas são feias, porcas e más e cheiram mal do rabinho, assim como dizem asneiras daí o "oh caralho" lá em cima, não se comportam como senhoras, andam com as unhas sujas e sempre de tenni sujo, porque saltos agulha não cabem nos pés. 
Não vou falar dos seus comentários sobre o País porque sinceramente alguém que diz as coisas que você diz não deve ter noção da realidade. Todos nós sofremos cortes: a Sissy explica. Cortes não é "ah e tal não posso comprar uma mala de 500€", cortes é eu não posso comer carne de vaca porque tenho que comer carne de porco porque sobra mais uns trocos ao final do mês que me pode dar jeito para pagar a renda da casa. Qualquer dúvida que tenha faça favor de enviar mail tenho todo o prazer em tentar ajuda lá.

3 comentários:

  1. concordo com tudo. eu também li livros dela e até gostei, nada por aí além mas lia-se bem. Depois veio a historia com as gordinhas e ficou meio atravessada e agora com esta da crise...epah só ao estabefe. Há pessoas que não percebem que mais vale ficarem caladas.

    ResponderEliminar
  2. não suporto essa mulher. li coisas sobre ela que também gostei, mas não gosto de gente que fala de boca cheia como se soubesse tudo, quando na verdade não sabem nada. pelo menos há gordinhas que são felizes e os comentários dela são de uma pessoa triste. chega a dar pena.

    ResponderEliminar
  3. Guidinha who???

    Nunca li nada da senhora, e agora muito menos!

    ResponderEliminar

escreve... vá lá... não custa nada... ;)