segunda-feira, maio 27, 2013

O Adeus

O Adeus muitas vezes não pode ser encarado como uma despedida para sempre. O Adeus pode ser encarado como um acto irreflectido de alguém com raiva naquele milésimo de segundo. Se será o termo correcto? Não, sem dúvida que não.
Depois existe o tempo... o tempo em que se pode ou não lamentar o que se disse, ou possivelmente a maneira como se disse, através de algumas palavras que não foram proferidas da melhor maneira e na melhor altura.
Cada um tem o seu tempo. O tempo de deixar passar essa raiva, essa lamentação, essas palavras que foram mal proferidas, apenas usadas como armas, num momentos de pura frustração. Apenas isso. Mais nada que isso.

1 comentário:

  1. Há adeus e há adeus... Geralmente quando me afasto - ou me afastam - é definitivo.

    ResponderEliminar

escreve... vá lá... não custa nada... ;)