terça-feira, dezembro 18, 2012

25/12/2008

É isto. É a data. A última vez que te vi. A última vez que te dei um beijinho de despedida e que te prometi que te ligava assim que chegasse a Lisboa. O último natal em que te senti. O último natal em que me aconselhaste. O último natal em que te vivi. O último natal em que te disse "Até à próxima Madrinha". Não houve próxima. O meu último natal. Porque desde aí, o Natal é mais um dia, um dia como outro. Apenas um dia.

4 comentários:

escreve... vá lá... não custa nada... ;)