quinta-feira, junho 28, 2012

Bom-Dia

Bom-Dia São Pedro,
Desde já agradeço este bom tempo. A sério que agradeço. Já era demasiada chuva e frio. No entanto, pelo meu bem estar, e acredito que de mais umas quantas pessoas, não vale a pena tanto calor. Calor é bom. O calor faz as pessoas andarem mais bem dispostas e de bem com a vida. Gosto do calor, da praia, do marisco, das férias, e dessas coisas todas que me fazem lembrar o calor. Mas tanto, não! Não consigo dormir. Tenho insónias e enxaquecas ao mesmo tempo. É algo por demais. Por isso, toca a baixar a temperatura, para algo agradável. Algo que nós faça chegar à rua e sorrir. Algo que tenha uma leve brisa de vento fresco, mas que saiba bem andarmos de sandálias, de tops ou de vestidos. Algo que não seja preciso vestir nenhum casaco fino à noite, mas se vestirmos, também nos sentimos bem. Algo com que os meus gatos, não precisem de se deitar em cima do chão, a olhar para a dona com olhar desesperado, sem saberem muito bem o que é que se passa. Algo bom. Algo agradável. Algo que nos faça sentir bem.
Muito Obrigado.

quarta-feira, junho 27, 2012

Olha a coisa mais linda...


Calor e insónias. Os dois misturados ficam lindos, lindos, lindos. Nem sei como estou de pé. Ainda estou a tentar perceber como me consegui levantar. Quando descobrir aviso. Isto se entretanto não tiver adormecido.

terça-feira, junho 26, 2012

Private Post


Lembra-te das várias coisas. Mas não as queiras repetir.
Lembra-te do que podes fazer para melhorar.
Lembra-te que podes ser feliz.
Lembra-te de lutar.
Lembra-te do que te faz feliz.
Lembra-te de ser feliz.
Lembra-te das pessoas que amas e já cá não estão.
Mas lembra-te delas, como elas eram: felizes.
Lembra-te das pequenas coisas que te fazem feliz.
Lembra-te que és feliz com a felicidade de quem amas.
Lembra-te das pessoas que amas e vai ter com elas. Diz o que te vai na alma.
Lembra-te que és diferente.
Lembra-te de fazeres aquilo queres, sem pensares no amanhã.
Lembra-te que amas.
Lembra-te de ajudar quem precisa.
Lembra-te de amares o próximo.

Mas acima de tudo, não te lembres. Porque esta és tu.

segunda-feira, junho 25, 2012

Dos bichanos lá de casa

O homem lá de casa decidiu baptizar (de novo) o meu gato preto, o Nero. Desde ontem, o Nero, chama-se Nero Balotelli. As coisas que eu tenho que ouvir...

quinta-feira, junho 21, 2012

From the Kitchen with Love

O B. gosta de fazer comida "como faz o Gordon Ramsay". Quem sou eu para o contrariar? Ninguém. Por isso ofereci estes dois o Chefs Secrets e o Apetite Saudável, ambos dele. Por isso, podes continuar que eu agradeço.

Dos meus bichanos

Quem têm animais sabe que esta altura do ano não é fácil. Muito pêlo por tudo quanto é sítio, e pouco tempo. Por isso, por conselho do veterinário deles comprei o Furminator. Que tenho a dizer sobre isso? ADORO! Tira o pêlo morto (quase) todo e ainda ficam mais fofinhos, e por incrível que pareça é possível ficarem ainda mais! Só têm um contra... eles não acham muita piada. Ficam assim a olhar e tal. Para quem têm animais que não gostam de sons tipo aspirador e afins (como os meus), este não faz barulho nenhum! Não funciona a pilhas, nem nada. Passa-se pelo pêlo e elimina uma grande parte do pêlo morto. Se forem a este site mais para baixo, podem ver um pequeno vídeo, que explica como funciona. O preço depende dos sítios, mas varia entre os EUR 35 e os EUR 39.

segunda-feira, junho 18, 2012

Da boa música quando regressam a Portugal

Uma das melhores vozes da actualidade, apaixonada por Lisboa, vai estar em Portugal, no Cascais Music Festival dia 18 de Julho. Não achei os preços nada de extraordinário, entre 18€ e 20€.  
Se não conhecem e são apaixonados por jazz, ouçam. Vão adorar! 

sexta-feira, junho 15, 2012

Isto é que não

Não que eu seja gulosa. Nem nada assim do género. Eu nem gosto de Nutella, nem de Maltesers, nem de Gelados, nem nada dessas coisas. Mas isto é que não!

quinta-feira, junho 14, 2012

Cristiano Ronaldo



Muito obrigado, pelo jogo que fizeste. A sério. Enquanto estava a ver aquela espécie de "eu só sei jogar bem a quem me paga", surgiram-me imensos comentários. Nem imaginam. Contudo, não. Ao contrário daquilo que pensam, o melhor comentário que me apareceu foi no twitter: Será que se ele tivesse a Irina de perna aberta atrás da baliza, acertava? Uhm? Outro comentário me surgiu... Será que existe alguém tão estúpido que não mexe um cu na sua própria selecção nacional, enquanto o outro estúpido fez um hattrick e está mais próximo da bola de ouro?
E depois ainda me querem comparar esse com o meu Luís Figo. Não ofendam pessoas de bem e tenham vergonha quando vêm falar do Luís Figo e dele na mesma frase! Ou até na mesma conversa.
Uma autêntica vergonha, é o que é! Se tivessemos perdido, achava bem que não pusesses as patas por aqui.

E devido a essa coisa, ainda me fez falar mal!!

Love



Persons are not known by intellect alone, not by principles alone, but only by love. It is when we love the other, the enemy, that we obtain from God the key to an understanding of who he is, and who we are. It is only this realization that can open to us the real nature of our duty, and of right action. 

Thomas Merton, 
in a letter to Dorothy Day 
20 December 1961

quarta-feira, junho 13, 2012

The Beauty of Pets

Pelos menos são sinceros. Não são falsos, nem egoístas. São maus, para quem lhes faz mal. São fofos. Não são mal educados. São lindos e sinceros. Não vamos confundir a maldade com a traquinice destes. Traquinas, todos eles são. Brincalhões e fofos. Maus? São... claro que são. Façam lhes mal, para verem como não vós fica bem uma arranhadela. São dorminhocos, adoram comer e adoram festas. Por isto tudo e por muito mais, prefiro os animais de quatro patas. Porque de duas, já estou eu farta!

terça-feira, junho 05, 2012

Não entendo, mesmo.


Agora com muito jeitinho, expliquem-me que raio de final foi aquele de Anatomia de Grey? Aquilo é o quê, mesmo? Muito obrigado.

sexta-feira, junho 01, 2012

Love

Love is the crowning grace of humanity, the holiest right of the soul, the golden link which binds us to duty and truth, the redeeming principle that chiefly reconciles the heart to life, and is prophetic of eternal good. 


Petrarch,
reported in Josiah Hotchkiss Gilbert,
Dictionary of Burning Words of Brilliant Writers (1895), p. 392.