quarta-feira, fevereiro 29, 2012

Do Passado


Sobre esta notícia, não sei bem o que dizer. Se estou de acordo, ou se não estou. Não sei. O Euro apareceu a 10 anos. A 10 anos eu tinha 15 anos. Como é óbvio, lembro-me bem da vida antes do euro. Lembro-me que 500 escudos dava para uma semana, para tomar o pequeno-almoço na escola, com 1000 mil escudos também lanchava. Não comia nada de especial, mas comia bem. Lembro-me de ir à Fantástico ver brincos a 700 escudos, achava caríssimo. Lembro-me de ir jantar fora com os meus pais a bons restaurantes. De ele encher o depósito do carro com 6000 mil escudos e do dizer que estava caro. Lembro-me de o meu pai ir às compras gastar 20.000 mil escudos e trazia montes de coisas (a sério o carrinho vinha literalmente cheio). Hoje por 100€ não se compra nada. Jantar fora? Está muitas vezes fora de questão. Por 2,50€ ninguém lancha em lado nenhum. Está tudo caro, extremamente caro. Não é ser saudosista, embora o possa parecer, é ver as coisas como elas são.

3 comentários:

  1. Concordo com tudo, está tudo tão caro que não se consegue ter a vida que se tinha na altura do escudo.

    ResponderEliminar
  2. Eu tinha 13.. E lembro-me que quando tinha 8 a minha mãe dava-me 200$ e dava para comprar daquelas revistas caras, que traziam cassetes ou brinquedos! Lembro-me que a minha avó me dava 1000$ no fim do mês, e eu comprava tanta coisa!!

    ResponderEliminar
  3. As coisas aumentaram para dobro com a transicção da moeda. Infelizmente a situação de Portugal não aguenta isto. As coisa aumentaram brutalmente e os ordenados são os mesmos. Sei que sair do euro é muito mau, mas podia ser uma solução. O que me questiono é se os preços baixariam, como acho que isso não irá acontecer não sei se será boa ideia.

    ResponderEliminar

escreve... vá lá... não custa nada... ;)