terça-feira, janeiro 17, 2012

Porque não apenas só um?


É lindo ter alguém com que partilhar a nossa infância. Que ri connosco, que chora connosco. Que nos ajuda. Que nos ama, com todos os nossos defeitos, maus humores, traumas e choros. Alguém com quem aprendemos o significado de partilhar. Que aprendemos a ceder. Que mais facilmente damos algo a ele do que a nós. Por isso é que eu adoro o meu irmão, com todos os seus defeitos, o seu mau feitio e tudo mais. É alguém que me ensinou muito. Que me ensinou a partilhar, a perdoar, a dar primeiro ao outro, a ser feliz juntamente com outra pessoa. É uma página em branco em que eu ensinei o muito, ele me ensinou também.

É o meu irmão. É meu. E não o trocava por nada!

7 comentários:

  1. Mimem-se muito e "aproveitem-se" sempre que puderem!

    ResponderEliminar
  2. Ainda ontem disse a um vizinho 'P., dá graças a Deus por não teres irmãos!!' numa fúria mas ainda bem que as tenho, duas irmãs :)

    ResponderEliminar
  3. o meu mano é a coisa mais importante da minha vida :)

    ResponderEliminar
  4. E sabe tão bem ter alguém assim na nossa vida!

    ResponderEliminar
  5. As minhas irmãs são muito mais velhas que eu, apenas nos começamos a dar bem há uns anos atrás, quando eu cresci (era para elas a pirralha :D), tive um amiguito de infância joguei muito à bola e brinquei com carrinhos e ele chegou a brincar às bonecas comigo :D
    Depois mudou-se, fiquei muito triste, mas a vida continua...

    ResponderEliminar
  6. Querida Sissy, que bom existirem irmão como vós, com tanta cumplicidade. :)

    ResponderEliminar
  7. q lindo post !

    tenho a mesma opiniao!
    ViVA oa irmaos ! :)

    ResponderEliminar

escreve... vá lá... não custa nada... ;)