quinta-feira, setembro 29, 2011

terça-feira, setembro 27, 2011

Help


Meus amigos da blogosfera, começamos a ter um problemas. Oh se começamos. Continuamos com vírus. Espantem-se! Já tirei os widget's todos. Já tirei tudo o que tinha para tirar. Por isso falemos aqui. Blogger amigo, ou me começas a ajudar ou mudamos nos para outro servidor. Basicamente porque não me queres ajudar, logo não te posso fazer nada.

A minha sogra (#02)

O problema é que se a minha sogra descobre aqui o blogue, acho que deixa de me falar. Mas também acho que tudo aquilo que iria ler aqui, não seria novidade nenhuma.

Blogger


Depois de termos ameaçado o blogger de porrada e afins, já está limpinho! Tirei tudo e mais alguma coisa. Agora vamos voltar a pôr a nossa lista dos blogues mais lindos.

segunda-feira, setembro 26, 2011

A minha sogra


Todos os episódios com a minha sogra são fascinantes. Ou pelas perguntas que ela me faz, ou pelas conclusões que ela tira. Ou até mesmo pelas minhas respostas.

Ela sabe que eu tenho gatos e não acha muita piada. Perguntou-me se eu visse um gato abandonado ou uma criança com dificuldades com os pais ciganos (esta parte juro que é verdade!) ao lado, para quem é que eu ia. Simples...ia atrás do gato. Independente dos pais serem ciganos, pretos, brancos, amarelos e às bolinhas. Porque os gatos pelo menos são sinceros nas suas acções. Não fazem hoje uma coisa, para depois amanhã fazerem outra.

domingo, setembro 25, 2011

Thank You


Para todos os comentários e carinho que demonstraram neste post.Para aqueles que leram e comentaram e para aqueles que leram e não comentaram, ou porque acharam que já estava tudo dito ou porque simplesmente não quiseram escrever nada.

quarta-feira, setembro 21, 2011

Do Outono




Eu adoro o Outono. O cheiro a terra molhada, a chuva a bater na janela lá fora. De ir trabalhar. Das energias renovadas. Dos filmes de fim-de-semana. Dos jantares dos amigos. Dos cafés dos amigos. Dos meus anos. Dos anos dos meus amigos. Da felicidade. Da surpresa. Do pensar que é um novo recomeço. Da comida. Das castanhas. Dos dióspiros. Dos chocolates. Do começo do cheiro a Natal.

[o post que eu nunca quis escrever]*

Existem coisas complicadas, todos nós sabemos. Ainda ontem estava a ver a Oprah sobre os filhos de pais famosos a dizer que preferiam o anonimato, não serem conhecidos como os "filhos dos pais famosos" e que as atenções depois recaiam sobre eles. Da mesma maneira em que por vezes ouvimos o preferia ser pobre. 
Isso tudo é muito bonito, quando apenas sabem um dos lados da história. Por um lado, temos aquelas pessoas que davam tudo para ser conhecidas e depois temos as outras que se esforçam todos os dias para dar mais e melhor a quem amam, e nem sempre é fácil. Por vezes, não conseguem. 

Eu por um lado, preferia a ignorância, não total, parcial. 

Posso dizer que neste mesmo dia em 2004 recebi uma chamada fantástica a pedir para ir repetir um Raio X ao Toráx, porque parecia que tinha tuberculose. Pois... não tinha. Foi um dia, uma semana traumática. Porque levo as coisas ao máximo. Se a culpada fui eu? Claro, que fui. O problema é que não é apenas isso. Não percebi ainda se é infelizmente ou felizmente lembro-me de coisas de que não lembram a ninguém. A roupa que tinha vestido no dia anterior, o que eu tinha feito, com quem tinha estado, lembro-me disso tudo. O tentar não repetir as coisas com o passar dos anos. Evitar determinados caminhos, pessoas e cheiros. Quando andava na faculdade nos dias de frequência usava sempre o mesmo perfume, porque "só assim é que podia ter boa nota". Nunca a frase "vale mais prevenir que remedir" foi usada como um método de fazer aquilo que ia contra a minha vontade. Não é fácil, ninguém disse que o era. É complicado. Existem alturas de autêntico desespero. Não usar sombras novas, porque naquele dia em que usei, aconteceu isto. Não mudar os lençóis ao domingo de manhã quando vou almoçar à casa da minha sogra, porque quando o fiz, aconteceu-me uma coisa menos boa no dia a seguir. Não ir jantar com a minha sogra ao domingo. Só jantar depois das 20h30, porque quando jantei antes, algo se passou. O bater na madeira quando algo de mau nos passou pela ideia.

Com isto, este ano, ganhei coragem, fui falar com alguém. Diagnosticou-me aquilo que eu já à muito pensava que tinha Transtorno Obsessivo Compulsivo. Todos os dias são uma pequena vitória. Pouco a pouco tenho me livrado de alguns rituais, uns mais simples que outros. Com o tempo acredito, que consiga levar a minha vida o mais normal possível, acredito nisso. A verdade é que quando as coisas correm todas as bem, eu nem me lembro da maior parte das coisas, quando as coisas não andam assim tão bem, acontecem estas coisas.

Provavelmente este post mais cedo ou mais tarde irá ser apagado. Talvez porque haverão comentários menos bons, talvez porque queira acreditar que não há nada.

terça-feira, setembro 20, 2011

Passadas quase 12 horas...

Ainda continuo com o sabor a pizza na boca. Aquilo até que sabe bem... mas depois, a coisa não funciona. E estamos a falar de duas fatias pequeninas de pizza. A coisa não dá. Com isto, hoje ao almoço tivemos uma salada.

Vamos cá ver se nos entendemos que a coisa não está a correr bem...


Acho imensa piadas às pessoas eu-venho-cá-muitas-vezes-mas-só-agora-neste-post-é-que-tenho-mesmo-de-comentar. Existem blogues onde eu vou todos os dias e eu comento, quando comento não preciso de pôr isso, é mesmo a dizer "opa eu venho cá, de certezinha, só te deixei este comentário, para saber que eu comento, e passares lá pelo meu". Da mesma maneira, aquelas pessoas que põe o endereço do blogue no comentário. A coisa não funciona. É que não vale a pena e começa a ser irritante!

E por vezes é mesmo o não ter nada para dizer, ou já foi dito. Como disse a Trivia e bem.

Crisitano Ronaldo (duas em menos de uma semana, não será muito?!?)


Claro que não! Longe de mim pensar uma coisa dessas. O dito vai se casar... supreendam-se com a Irina! O problema não é ser a Irina, até podia ser a Megan Fox. O problema é ser uma mulher, porque sim ainda mantenho a minha teoria! Porque sim, pela Irina até eu casava com uma mulher, não digo que não. Isto tudo para dizer que estou à espera, ansiosamente, desesperadamente, impacientemente, e todas as outras palavras sinónimas dessas, pelo meu convite. Entretanto, fiquemos à espera.

Entretanto, aconselho ao resto da família, para o casamento (pelo menos para isso!!!) aquilo que aconselhei ao senhor no meu último post. Não arranjem uma Rachel Zoe, que não é preciso!

sexta-feira, setembro 16, 2011

Assim não dá...


Ando com os braços negros de andar a bater nas maçanetas das minhas portas lá de casa. Já estou a bater contra elas, ainda outra não está curada. Porra... que assim não dá!

quinta-feira, setembro 15, 2011

Cristiano Ronaldo (até que enfim...)

Ai como eu tinha saudades. Nem imaginam. Pensei logo "opa.. é hoje que o homem vai levar com o sarcasmo todooo que eu tenho guardado dentro de mim nestes meses, todo, todoo também não. Só uma parte, porque isto não dá para ser assim de repente".

Então cá vamos nós. O senhor foi assobiado e teve que levar uns pontos. (Esta agora é a parte onde vou falar bem dele) O Messi é protegido por todos, não percebo se é pelo tamanho, se é pela carinha feia, não sei. Sei que ele é parvo como tudo. O outro, olha leva no focinho como pode. Nesse jogo em concreto, teve que levar uns pontos no tornozelo e tudo.

Agora vamos a parte que me interessa. Parece que o senhor se sente todo ele injustiçado, porque o assobiam porque é giro, rico e bom jogador. A Sissy ensina-te. Lá por andares com raparigas bonitas, não implica que sejas giro, boa? Por outro lado é normal que aches isso... não tens espelhos em casa e desististe, não foi? Para além disso, filho... não dá... não é por usares roupa de marca e brinquinhos de diamantes, que a coisa funciona. Não funciona! Aprende comigo.... arranja uma Rachel Zoe. E talvez, talvez consigas melhorar a coisa. Mas sem promessas, nenhumas.

Existem pessoas...


...que nem com o bem que têm se contentam. Gozam com a cara das outras pessoas e magoam. Até que espezinham. E não gostamos. Não mete piada. Mas como alguém sábio me disse "Se amamos, por vezes temos que magoar, não para os prejudicar a eles, mas para os ajudar e para um dia nos agradecerem.. Vai te doer, claro que vai, mas vai lhe fazer bem."

quarta-feira, setembro 14, 2011

Não dá...



"Sissy, tens que tirar x dias de férias." Eu não queroooo... Não me apetece! Tirar férias, para não fazer nada, não me apetece! Mas prontos... lá vai ter que ser. A muito custo. Acreditem que é.

terça-feira, setembro 13, 2011

Dos Professores


Relativamente a esta notícia, não me ocorre muito a dizer. Se calhar até ocorre, mas muitas pessoas, não iriam gostar. 

Para começar, em todo o lado existem maus e bons profissionais. 

Daquilo que eu me recordo, os piorzinhos que eu tive foi de Matemática, Ciências (ai que eu vi a minha vida a andar para trás no 8.º ano... oh se vi!), Inglês e Francês. Aquelas personagens eram uma nódoa! 

Os de matemática precebiam daquilo imensoooo, não sabiam mas era como explicar as coisas. De ciências, acho que relativamente a essa disciplina, podem-se contar pelos dedos da mão, as pessoas que passaram nesse ano. De inglês, tudo aquilo que aprendi, foi em todo o lado menos da escola. Abençoemos o meu paizinho que me pagou um curso de Inglês cá fora. De Francês... vou me remeter ao silêncio, porque não vale a pena. Nem sabia escrever algumas palavras.

Por outro lado, tive óptimos professores de Geografia, História e Português. Até poderá ter a ver com a minha aversão aos números e afins, mas se repararem o Inglês está metido no primeiro grupo e eu agora até me safo bem e gosto de falar. Perdi o medo.

No entanto, acredito e continuo a achar que é uma classe que é demasiado valorizada. Com isto, apesar daquilo que muitas pessoas pensam, não substitui a educação em casa. E talvez uma parte dos problemas, comece ai. Alguns recebem muito. E não venham falar de que precisam de fazer não sei quantos km's para chegar ao local de trabalho, porque existe muita boa gente que muda de casa e afins, para trabalhar. Tal e qual como a não colocação, não são os únicos. Existe para aí muita gente que não têm emprego na sua área.

Bom-Dia Alegria

E assim podemos começar bem o dia!

domingo, setembro 11, 2011

Onde estavas tu a 10 anos atrás?



Eu estava a acabar de almoçar, encostada à porta da minha sala a falar com a minha mãe. Vi em directo na SIC o embate do segundo avião. O horror das pessoas a atirarem-se do edifício. O pânico. Lembro-me de que a minha mãe me tinha pedido para ir à procura do meu pai na altura, porque ele estava com uma depressão. Era novinha. Tinha 14 anos. Mas lembro-me como se fosse ontem. Recordo-me que tinha medo de ouvir os aviões que passavam. Sei que agora, olhando para trás é um medo parvo. Mas na altura era bem real. Lembro-me de colocar a televisão do quarto ligado dessa noite só para ver o que se passava. De acordar e colocar só para ver o que se passava. Da minha cara de parva quando as torres caíram.

Por eles, e por aqueles, que todos os dias lutam contra o terrorismo e que morrem em nome do terrorismo.

quarta-feira, setembro 07, 2011

Aconselha-se daqui da Blogosfera


Deste blogue. Se eu disser que adorei estou a dizer pouco. Fiquei apaixonada pelas peças que mandei vir e já tenho umas outras em vista. A Piccole é uma querida! É um amor de pessoa!

Ela... é uma querida!

Não é sempre, têm dias. Mas é extremamente boa pessoa. Diz aquilo que pensa, da melhor maneira que sabe. No entanto, nem todos agem assim para com ela. É normal. Também me acontece o mesmo, querida. É a rapariga que me ajudou enquanto eu andava de um lado para o outro à procura de trabalho. É a mesma que foi das primeiras a saber. E depois também é a mesma que me põe a rir para o telemóvel em momentos de crise feminina e não só. Por outro lado, só tenho pena de seres de tão longe (tu devias te mudar, já te disse!!!)

E é destas coisas que a blogosfera têm de boa, muitoooo boa! Como é que nós as duas tão distantes, somos tão parecidas (em tantas coisasss).

terça-feira, setembro 06, 2011

No centro de Portugal


Centro Geodésico - Dizem que para ali se vê o Porto.

Água Formosa

Uma caixa de correio original em Água Formosa

A fonte da Água Formosa

Tenho ali mais, mas ainda não tive tempo para passar para o computador.

É um sítio que aconselho vivamente a ir. É lindo e tem coisas fantásticas. E acima de tudo come-se muito bem. Têm óptimos sítios para se dormir em Vila de Rei.

quinta-feira, setembro 01, 2011

Aqui não está a chover...


 Nada. Rien. Apenas é alguma (bastantee) água a cair do céu. Mais nada.

Dúvidas de Mulher



Não tenho roupa de Inverno. Está me tudo largo. Não sei se hei-de pensar nisto como uma boa oportunidade de ir às compras. Ainda estou indecisa.

Star


Even the most starless midnight may herald the dawn of some great fulfillment.

Strength to love
Martin Luther King, Martin Luther King (Jr.)
 Collins-World, 1963