quarta-feira, março 02, 2011

Se...Se...Se...


Acabei por contar que o namorado dela andava a comer por fora. Não consegui. Era mais forte do que eu. Se fosse eu, ia querer saber. Se fosse eu e soubesse que outra pessoa não me tinha contando, deixava de falar com essa pessoa. Se foi a melhor opção? Acho que sim. É uma questão de consciência. Acima de lealdade para com ela. Gosto muito dele, não vou dizer que não. Achou uma pessoa incrível. Se quero que fiquem juntos? Quero que sejam felizes! Juntos ou separados. Ainda por cima, ele confirmou (talvez de mal a menos). Contou o que se passou. Eu apenas achava que, não tinha a certeza. Mas ela conseguiu a confirmação.

A lição depois disto: quando se está bêbado afastem-se do sexo oposto (excepto se prontos, já sabem!) e nunca fazer caso de amigos que dizem para trair a namorada/o e depois não contar.

13 comentários:

  1. Há amigos fantásticos mesmo...O que importa é que ficaste com a consciência tranquila e ela entendeu o porqu~e de teres contado.
    ****

    ResponderEliminar
  2. Já me aconteceu uma situação semelhante, só que -no meu caso- a minha amiga ficou do lado do namorado e contra mim. Eu afastei-me de ambos... Ele continuou a enganá-la até trocá-la por outra!

    ResponderEliminar
  3. é preciso coragem pa não ficar calada.. muito bem! :)

    ResponderEliminar
  4. Devemos contar sempre... Mesmo que a pessoa se aborreça connosco, temos de ficar com a nossa consciência limpa... ;)

    ResponderEliminar
  5. Fizeste muito bem. É o que os verdadeiros amigos fazem.

    ResponderEliminar
  6. Fizeste bem :) queremos os amigos para nos dizer aquilo que mais ninguém tem a coragem de dizer.

    ResponderEliminar
  7. ººº
    A comer? como assim? a almoçar?

    Espero que p'lo menos tenha bom gosto no cardápio :)

    ResponderEliminar

escreve... vá lá... não custa nada... ;)