quinta-feira, novembro 11, 2010

Nesta altura do campeonato...



... apenas se houve falar em crise e afins.

Mas os hotéis continuam a estar cheios. Os centros comerciais, também. Nos restaurantes existe fila de espera por uma mesa. Existem filas enormes nos supermercados. As pessoas (algumas) deixam de pagar a casa, apenas porque, preferem gastar o dinheiro em outras coisas. As pessoas continuam a andar de táxis. Continuam a existir carros novos nas estradas. Existe trabalho. O que não existe é emprego. Se quiserem eu dou-vos o nome de 2/3 sítios que estão a contratar, com boas condições. O problema é que muitas vezes o conceito de "crise" não é o mesmo que está no dicionário. Crise segundo uma grande percentagem do povo português é "acto de não conseguir comprar um produto igual a um que já tenho lá em casa, mas melhor" e/ou "queixar-me do que ganho e fazer com que os outros pensem que ando na miséria, para terem peninha de mim" e/ou "ganhar EUR 1.000, gastar EUR 1.500".

Apesar disto tudo, acho que mais de 95% da população anda frustada sexualmente e depois andam a descarregar tudo nestas estradas de Portugal, mas isso é conversa para um outro post.

6 comentários:

  1. Esta última parte foi fantástica. Eu a levar a coisa a sério já a pensar num comentário extremamente inteligente para fazer e fizeste dar-me uma gargalhada.

    ResponderEliminar
  2. LOLOLOL Era só para desanuviar o ambiente... :P

    Beijooo***

    ResponderEliminar
  3. Nao ponhas duvidas ... quando esta coisa da crise começou a sério (sim, porque ela existiu sempre), tive um senhor que veio à minha agência, comentou que a empresa estava a falir, mas claro, queria ir de férias porque precisava de desanuviar a cabeça. E lá foi o senhor com a famelga para fora.. a gastar um dinheirito! Claro está, fiquei espantada a olhar para ele !!!
    Ai ai ... pessoas assim veem-se todos os dias..na estrada ou mm a pé :)
    Muáh !! *

    ResponderEliminar
  4. E quase que aposto que vamos novamente bater recordes nos MB, como no ano passado...

    E o problema é que a crise está instalada... mas a maior parte só se sabe queixar disso mesmo - dos 500 que nunca teve mas sempre gastou, enquanto outros...

    E a média de 570 e tal euros que cada português vai supostamente gastar em prendas.... crise...

    ResponderEliminar
  5. Agora é que disseste tudo. Na minha opinião, o povo português está habituado a viver como ricos e não sabe o que é poupar. Ouço falar em empréstimos pedidos para fazer grandes viagens ou então comprar uma grande televisão 3D.
    Sinceramente...

    ResponderEliminar
  6. humm..então fico à espera do próximo post, isso da crise é alte tanga :P

    ResponderEliminar

escreve... vá lá... não custa nada... ;)