quarta-feira, outubro 13, 2010

Evitamos ou Seguimos em frente...


"Deve ser isto que me falta para entrar na idade adulta. Aprender a viver com a ideia que não existem happy ends, que a vida não é nem como nos filmes nem como nos livros, continua sempre, para lá do justo, do razoável, e do absurdo e só acaba com a morte. Que os principes encantados são a maior fraude da civilização ocidental e que a frase viveram felizes para sempre devia ir para o index, o index da credulidade."

Margarida Rebelo Pinto
Não Há Coincidências


O problema desta frase é que me identifico com cada linha, cada frase, cada ponto, cada vírgula.

Ninguém imagina como eu me sinto ao ler. Ninguém...

11 comentários:

  1. também me identifiquei imenso, adorei

    ResponderEliminar
  2. onde é essa foto? esta noite quero adormecer ai!

    ResponderEliminar
  3. foto brutal..ou mesmo o que foi fotografado.

    Em relação ao texto, foi o único livro que li dela e não me lembro mto bem, mas ao ler isso ..penso sempre que devo ser estupidamente sonhadora ou optimista e acho que não faz mal nenhum, porque ao mesmo tempo que reconheço as verdades nessa frase ... não consigo não ter esperança, ou o que quer que seja, de que as coisas podem ser mais bonitas como nos livros ou filmes. Talvez seja um modo de olhar...*

    ResponderEliminar
  4. gostei muito do post !
    existem finais felizes ! a diferença é q nao são programados como nos filmes, simplesment acontecem :)

    mas a vida é mesmo feita d altos e baixos !

    ResponderEliminar
  5. adorei a foto que romântica!! e as palavras tb
    e as palavras podiam bem sr nossas. kis :(

    ResponderEliminar
  6. Selinho para ti no meu blog.

    Mil pétalas...

    ResponderEliminar
  7. Se a vida fosse fácil não nasciamos a chorar... ;)

    ResponderEliminar
  8. Não é difícil nos identificar com a frase, é a realidade.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  9. Essa frase é bem verdade. Doi tanto quando destroem as nossas fantasias. Quando temos de acordar e vemos que nada é como sonhamos.

    ResponderEliminar

escreve... vá lá... não custa nada... ;)