terça-feira, agosto 31, 2010

Sim pois é...

Porque é que eu adoro este emprego (#2)

A área de recrutamento agora veio toda para mim. Mil e uma perguntas se me colocam, que perguntas colocar, como preparar uma boa entrevista, como é que vou seleccionar as pessoas. Infelizmente (ou felizmente) jogo muito com a empatia. Com aquilo que as pessoas me dizem e pela primeira impressão.

Para mulheres, normalmente, engano-me sempre. Aliás as minhas melhores amigas, quando as vi pela primeira vez, odeia-as! A sério...

Quanto a homens raramente me engano...

Ai... a minha vida...

Coisa engraçada: Com o mail deles ir ver o perfil do facebook. Sempre dá para nos rirmos um pouco. :)

Coisas que eu Fico Saber...


... que sinceramente preferia continuar na pura ignorância.

Tenho uma colega minha que vive com o namorado. Normal... até aqui. Fiquei a saber, porque a M. me contou, que ele lhe bate e que lhe fica com o dinheiro todo e ela sem dinheiro para comer.

Se ela é estúpida em manter uma relação assim, acho que sim. Se vale, por vezes, estar mais sozinha, do que mal acompanhada, claro que sim.

A coitada anda desesperada à procura de um quarto. Já pensei em subalugar aqui um quarto cá em casa, para ela durante 1 mês, apenas até endireitar a vida. Porque acho que ninguém merece viver assim.

Existem coisas tão belas e perfeitas, nesta vida. A rapariga têm a minha idade, por isso, se calhar, é porque ainda me mete mais nojo, existir homens (e mulheres, porque sim, elas existem) assim.

Por vezes, prefiro viver na ignorância. A sério. E este é daqueles momentos.


I Don't Like...

Zac Posen
Anna Sul
Ralph Lauren
Nanette Lepore
Rochas
Giorgio Armani
Nanette Lepore

Se é giro? É capaz. Mas não para mim. Dificilmente usaria algo deste género. Provavelmente teriam que me pagar para usar algo semelhante.

Alguém gosta?


segunda-feira, agosto 30, 2010

Porque é é que eu adoro o meu Emprego...(#1)

Chefe: "Sissy, estás boa?"
Sissy: "Sim, estou..."
Chefe: "Olha, espera só o Engenheiro chegar e depois podes sair"
Olho eu, para o relógio feito estúpida...
Sissy: "O QUÊÊÊ?!!? Mas são 3 horas?!"
Chefe: "Sim, eu sei... mas hoje está calor, podes ficar descansada. Assim que ele chegar, podes sair."

Só tenho tempo, para pegar no telemóvel:

"Gelado, daqui a 1 hora?"

Lá fui eu mais o meu irmão...

Não gostavam, também?

sexta-feira, agosto 27, 2010

Os títulos...

São uma coisa engraçada. Marido e Mulher. Afilhado e Afilhada. E afins. Para mim, não preciso de oficializar um título. A minha afilhada porque a mãe e ela me pediu. Ela não é Católica, é testemunha de Jeóva. No entanto, fiquei com o título de madrinha dela. Uma coisa de que muito me orgulho. Sempre que puder, estarei com ela. Nos bons e nos maus momentos. Marido e Mulher já vivemos juntos à 3 anos. Não preciso de um casamento, para dizer aquilo que sou para ele e aquilo que ele para mim. Sabemos até que ponto podemos ir. Somos felizes. Simplesmente.

Por isso, é que os títulos oficializados me metem raiva. Sou feliz apenas como sou.

quinta-feira, agosto 26, 2010

Ora aqui esta o segredo do sucesso...

Dizem por aí que...

... enquanto não temos filhos os nossos afilhados são os nossos filhos.

I agree. Mimo-a como se fosse minha. Mando vir com ela quando faz coisas erradas. Dou-lhe conselhos. Refilo se for preciso. Chamo-a atenção. Quando passo por uma loja de crianças e vejo uma coisa que adoro, compro para ela.

Amo-a como se fosse minha. Adoro-a. Mas têm um feitiozinho (isso veio destes lados). Sempre que ela precisar estou aqui e estarei.

Eu Mato...


Vai haver um dia em que eu vou matar o c%&$# do grilo que me anda para aqui a cantar durante a noite toda. Eu mato-o.

quarta-feira, agosto 25, 2010

...

Happy

Já há 12 horas que não há dor de dentes para este lado.

O senhor polícia viu-me a falar ao telemóvel (pela primeira vez, juro) e não me multou. Apenas me fez sinal, de que para a próxima, que iria ter azar. Ligue-me para o meu pessoal, não para o da empresa que eu desse não tenho phones, raios.

Suspiros... muitos suspiros...


Devia de ser proibida de entrar aqui. É que não posso. Não devo. Mas vou...

É que ainda por cima têm coisinhas muito girassssss e em contaaa.

Suspiros, muitos suspiros.

segunda-feira, agosto 23, 2010

Cada vez que vou ali...

... ao programa de facturação da empresa, apetece-me atirar do 6.º andar cá para baixo.

A sério... emitem facturas e existem recibos para serem emitidos desde Novembro, de 2009.

Nem sei que diga, nem sei que vos faça.

Odeio trazer trabalho para casa, mas hoje teve que ser.

Always...

Que o resto vem por acréscimo...

Sou mesmo, mesmo, mesmo...

Uma apreciadora da cor. Não em exagero. Não tipo arco-iris. Gosto de cores. Na descoração da casa, na minha roupa em tudo. A minha sala é verde anis e tem uns pormenores cor-de-rosa. O quarto do meu irmão verde. O meu quarto vermelho. Mas não aquele vermelho estranho. É bonito, é simples. Não gosto de lençois com muitas cores. Opto sempre pela sobriedade. Apenas uma cor. Tenho laranjas, verdes, rosas. Lindos. Adoros. Todos by Zara Home.

E vocês que tem casa, ou que estão a pensar mais cedo ou mair tarde, como idealizam? Como têm?

Selinhos


Este foi me oferecido pela Cuat&Diano e pela Irina.

As regras são:

1. O maior acto de coragem.
Despedir-me e acreditar que era desta, afinal era mesmo!

2. A vez em que tive mais medo.
O ano passado quando pensei que o meu pai não iria sobreviver.

3. Uma mania irritante.
Falar e gesticular ao mesmo tempo.

4. Algo que não dispenso no meu quotidiano.
O meu iPhone. A sério, eu sei que é um bem superfluo mas é a verdade. Não passo sem ele. E estou farta de chatear uma amiga minha que trabalha na Vodafone, para saber quando sai o 4.

5. Outros blogues com pinta.


E os outros todos que vêm aqui visitar, porque se vêm aqui é porque têm muita pinta.

Quem não queria?

Todas nós, não nos importavamos nada, nada de nada, de acordar no nosso dia, assim.

Suspiros, muitos suspiros...


Para que conste eu não faço anos. E não comecem a desejar os Parabéns antes do tempo, porque isso parece que dá azar.


domingo, agosto 22, 2010

Eis que...

...é nestas alturas que sabemos que está connosco e quem não está.

Obrigada.

isto só a mim... mesmo...

Ontem, acabei por ir às urgências, com tanta dor que tinha. Como estou sem seguro de saúde durante estes 15 dias (e claro que tinha de me acontecer durante estes dias, é que nem podia ser ser outra coisa) porque mudei de companhia, lembrei-me de ir à CATUS que está fechada!!! Mas será possível que já nem se pode ficar doente? Será? É normal? Fecham ao fim-de-semana e não avisam? Agora vai tudo corrido para o sítio onde o diabo perdeu as botas (literalmente!!!) e paga-se o equivalente a uma urgência hospitalar (EUR 9,20). Será que já temos o direito de ficar doentes? Agora é um luxo, é? E claro, a maior parte das pessoas não sabe onde fica.

Acabei por ter sorte (de mal a menos) a médica que me atendeu era estomatologista e fiquei a saber que sim, o siso está me a nascer mas não é isso que me dá dores. É o siso que está a nascer e está-me empurrar o dente da frente que têm uma carie e está me a inflamar a gengiva toda. QUE LINDOOOOOOOOOOOOO! Eu que sou maníaca pela limpeza dos ditos, cada vez que como alguma coisa vou lavar os dentes, uso fio dental à noite e só a mim é que isto me acontece!

Melhor de tudo, fiquei a saber que tenho que usar aparelho! Uah..... Estou em pensar em cores... alguém têm alguma sugestão? E não, não é durante meses... é mesmo durante 4 anos.

sexta-feira, agosto 20, 2010

Sim é verdade...

É mesmo assim que eu estou. Só consigo comer iogurtes e pouco mais. Vou tentar jantar hoje na casa da minha sogra... mas é que é mesmo jantar. Acho que vamos jantar fora porque ontem fizeram 30 anos de casados, quase uma vida.

Agora tenho que me aguentar até Segunda-feira, não me perguntem é como. Só me apetecer arrancar o dente, de tantas dores que tenho. Que raiva, mesmo.

Isto quando tudo parece demasiado bom, algo vêm para estragar.

Marcado...

Neste momento, tenho pena de todas as crianças pequeninas quando lhes nascem os dentes. Como eu as entendo.

Já está marcado para Segunda-Feira, às 10 horas. Arrancar o dente do siso e levar pontos. A última vez que fiz isso desenvolvi uma reacção alérgica à merda do antibiótico. Fiquei com aftas na boca toda e não só. Nem água bebia, não podia, não conseguia. Mas resumindo, custou-me mais depois tirar os pontos e as aftas do que propriamente o dente.

Estou que nem posso... a única parte boa desta história é que consegui marcar consulta para o dentista mais girooooo!

quinta-feira, agosto 19, 2010

Sim, é verdade, Cristiano Ronaldo


Tenho um novo BFF o Clonix. Amigo, não tenhas ciúmes. É temporário. É até eu ir ao dentista arrancar este gajo.

Só eu para falar de dois assuntos completamente opostos no mesmo post... aí... aí...

quarta-feira, agosto 18, 2010

Quando a esmola é muita...


Assim de repente só me apetece dizer para aí 50 asneiras seguidas! Estou com uma dor de dentes, que nem vós digo nada. E porquê, perguntam vocês? Nada de especial, é apenas o dente do siso que quer nascer... nada de mais. Já arranquei dois, agora tenho que ir arrancar este e não me apetece nada. E eu até gosto do meu dentista. Tem uns olhos líndissimos... aí... aí... o problema é depois para tirar os pontos.

Que comi hoje? Bué... 2 iogurtes de colher e 1 líquido... fantástico.

terça-feira, agosto 17, 2010

Coisas que eu sei agora...

Que tenho um emprego, não tenho um trabalho. Que chego a casa cansada, mas realizada. Que sei que a minha parte está cumprida. Mas feliz. Até a disposição é melhor.

Não tenho ido ver os vossos blogues porque o tempo não é muito porque a outra caramela que lá estava percebia tanto daquilo como eu de camiões TIR é que era precisamente a mesma coisa, ou seja nada! Amanhã ou ainda hoje vou ver se dou um saltinho a alguns. Obrigada por todos os comentários.

segunda-feira, agosto 16, 2010

As coisas que eu descubro...


Li esta notícia e nem sei que diga. Parece que os donos do iPhone têm mais sexo que os outros. Eu tenho um iPhone ando desesperada pelo iPhone 4. Pode ser que sim, pode ser que não. Mas não digo.

Ooppss... esqueci-me de vós avisar..

Arranjei trabalho na minha área.

Big smilleeeeeeeeeee...............

Passados quase 3 anos da minha licenciatura, consegui. Agora nada disso interessa. Interessa que nunca baixei os braços e consegui.

domingo, agosto 15, 2010

Confissões (#1)

Acho que sempre vivi numa espécie de corda-bamba enquanto estava na casa dos meus pais. Tinha sempre que agradar a um, e ao outro para os dois ficarem felizes. Pensava e depois é que agia. No mínimo era estranho. Para a minha mãe eu sempre fui a cabra, que me cuspia para cima e me batia que andava sempre a fazer de menina bonita ao meu pai. Para o meu pai as responsabilidades caíram sempre em cima de mim. Eu aos 08 anos já fazia a contabilidade da empresa. Hoje cada vez que me ligam, dá-me sempre uma vontade louca de lhes desligar o telefone na cara e dizer "Quê foi? Desapareci... esqueçam-me....". Porque sei, que a realidade é esta se precisar de alguma coisa delas tenho que chorar e fazer beicinho, armar-me em menina, sem nada. Mete-me nojo. Ainda hoje, cada vez que olho para o telemóvel e vejo o nome deles sinto uma coisa estranha, como se de um aperto se tratasse. Não é normal, eu sei. Muito menos saudável. Tento vir com isto. Tento me ir esquecendo. Talvez por isso é que eu tenha Transtorno Obsessivo-Complusivo. Desde os meus 17 anos. E vou me tentando debater com isso ao longo dos anos. De uma maneira ou de outra. Acho que é a primeira vez que o admito em voz alta. É a primeira vez que o reconheço. É a primeira vez que conto a alguém. Nem sei o que me deu para escrever isto.

Apenas isto chega....

O meu telemóvel, uma boa revista de moda, um belo verniz e os óculos de sol.

Para o fim-de-semana... Just that...

sábado, agosto 14, 2010

Notas Importantes (#2)


Eu sou aquela miúda que toda a gente odeia. Deita-se à hora que quiser e põe o despertador a tocar passados cerca de 10 minutos a resmungar com este mundo e com o outro, acorda fresquinha que nem uma alface! Se vou sair à noite, chego a casa às 7 horas da manhã, acordo à 1 hora da tarde, como se não fosse nada, comigo. Sim, sou estranha muito estranha. Mas depois também chego a uma coisa, que não acho piadinha nenhuma, a que eu chamo "o cúmulo do cansaço" estou tão cansada, que nem consigo dormir. Estou sempre a pensar a 1000 à hora. Simplesmente, não paro. Quando chego aqui, tenho que tomar alguma coisa para dormir. Cheguei aí ontem à 0h, tive que tomar alguma coisa para dormir, acordei hoje às 16 horas. Não me lembro, de alguma vez, ter dormido tanto. E com isto, lá se foi metade do meu fim-de-semana, raios.

Ou seja, a partir da agora, nunca mais me deixar chegar aí, ou arranjar outras técnicas.

Blogues que andam por aí....


Muitas vezes, recordo-me daquilo que a Me escreve no seu blogue (que sigo religiosamente) e tento passar isso apenas a uma pessoa. Porque a verdade é que ela escreve grandes lições de vida em pequenas frases. Um exemplo, tanto ela, como a sua família.

Have a Great Weekend...

... tomando conta das pessoas que amam.

Sendo felizes. Fazendo o máximo que puderem hoje. Fazendo tudo hoje. Amando todos. Amando nos a nós. Sendo felizes. Sendo simples. Sendo nós mesmos.

sexta-feira, agosto 13, 2010

Nem sei que diga...


...porque é que acontecem a pessoas boas coisas más?

Nem sei como escrever este post. Não era da minha família mas fiquei magoada. É muito triste. Morreu o avó de um dos melhores amigos do meu irmão. Fiquei triste por diversos motivos. Em primeiro porque o M. quando era mais novo a mãe batia-lhe, magoava-o de diversas maneiras, que sinceramente, prefiro acreditar que foi um pesadelo. Os avós dos M. foram busca-lo e passou a viver com eles. Eles é que lhe deram a educação, deram-lhe tudo. O exemplo. Tudo. Em um mês e meio faleceu de cancro. O M. tinha acabado de comer, foi ao primeiro andar e enquanto foi ele deu o seu último suspiro, na cama, com a mulher ao lado. Ontem, tinha "quase" se despedido dele. Agradecer-lhe por tudo. Pelo exemplo. A pedir-lhe desculpas. O M. têm 16 anos, mas é um senhor. Um cavalheiro. Um exemplo, para muita gente. Como eu costumo dizer ao meu irmão "um exemplo para tu seguires". Não é inteligente, mas esforça-se, melhor do que ninguém. Esforça-se por ser o melhor. Esforça-se por ser inteligente. É uma pessoa que eu adoro. Que espero que tudo a partir de agora lhe corra bem. Que ele seja feliz. Apenas e apenas isto, desejo-lhe tudo o que desejo para o eu irmão. Tenho pena, que ele seja tão novo, e se tenha magoado tanto. Mas como ele disse certamente estará num lugar melhor. Agora, ficará a olhar por ele. A sorrir quando ele sorrir. A ser o seu ombro amigo, quando ele precisar. Acredito nisto. Porque acho que só assim faz sentido. Quem nos ama, fica por aqui a tomar conta de nós. Lamento imenso. Mas espero, que como eu lhe disse, sempre que precisares, vou estar aqui para ele. Qualquer coisa que ele precisar, eu vou estar aqui. Porque realmente, o considero importante, considero que não existe muitas pessoas de 16 anos, com a maneira de estar de ele. Uma pessoa no mínimo fantástica. Estou triste, por não lhe poder dar mais. Por me lembrar da cara dele e da prima a chorarem. Magoados por perderem alguém realmente importante.

Peço desculpa por vos estar a chatear com este assunto, mas neste momento, estou mesmo chateada, por alguém como ele, ser magoado desta maneira.

quinta-feira, agosto 12, 2010

Notas Importantes (#1)

Não ligar ao boss a dizer que vamos chegar atrasados (10 minutos), quando sabemos que é provável ele ainda chegar mais atrasado que nós, tipo 1h30.
Só eu, mesmo...


quarta-feira, agosto 11, 2010

Como andamos...

Tempo para mim, nenhum. Tempo para descansar, apenas quando durmo. Tempo para comer, menos ainda (se a nutricionista descobre acho que me mata). Tempo para a família, só ao fim-de-semana.
Tenho esperança, que a partir de hoje, isto acalme... mas não sei.