segunda-feira, junho 21, 2010

Juro...

... que começo seriamente a desmoralizar.

Fiz os meus Exames Nacionais em 2004. Não estudei muito (excepto para uma disciplina, Francês), porque também não senti essa necessidade. Estudei o necessário, o suficiente.

Tirando Francês, podia me dar ao luxo de tirar 0 a tudo, excepto para as específicas, porque essas me davam a entrada para aquilo que eu queria. Vendo o Exame Nacional de 2004 de Português e o deste ano, apetece-me seriamente cortar os pulsos. É ridículo o nível de facilidade destes.

Principalmente, para quem vai para as áreas de letras, isto anda tramado, muito tramado.

2 comentários:

  1. Fiz os exames nacionais em 2001, e não sei como estão agora mas já várias pessoas de renome têm vindo a público falar, que se vive a cultura do facilitismo, e isso vai defraudar as expectativas de milhares de jovens que acham que tendo um canudo nas mãos que sabem muito e que com os conhecimentos que supostamente adquiriram, conseguem concorrer no mercado de trabalho num mundo cada vez mais global.

    ResponderEliminar
  2. nao era dificil, mas tinha de tirar 17 e com lusiadas isso nao e facil.

    ResponderEliminar

escreve... vá lá... não custa nada... ;)