terça-feira, junho 01, 2010

Desasssosego


"Tudo o que dorme é criança de novo. Talvez porque no sono não se possa fazer mal, e se não dá conta da vida, o maior criminoso, o mais fechado egoísta é sagrado, por uma magia natural, enquanto dorme. Entre matar quem dorme e matar uma criança não conheço diferença que se sinta."

Fernando Pessoa
Livro do desassossego‎ - v.1, Página 52
Publicado por Ática, 1982

3 comentários:

  1. Adoro Fernando Pessoa!! Vocês estão comemorando o Dia das Crianças? Aqui comemoramos em 12 de outubro.

    ResponderEliminar

escreve... vá lá... não custa nada... ;)