quarta-feira, maio 19, 2010

Nothing Else Matters


Ouvi dizer por aí, que o concerto foi brutal. Ligou-me quando estava a passar Nothing Else Matters, uma das minhas preferidas.

Não é justo. Foi a minha prenda de Natal para ele.

Não há nada como a nossa casa. É verdade. Preciso do conforto da minha casa. Da minha cama, da minha almofada, de companhia.

1 comentário:

  1. ahaha

    e eu ouvi dizer via telemóvel que não foi tão bom como esperava ;)

    podes crer, não há nada como a nossa casa :)

    xoxo

    ResponderEliminar

escreve... vá lá... não custa nada... ;)