quinta-feira, abril 08, 2010

Eis que...

o meu irmão recebe a chamada da sua vida. Não, não é com aquele emprego de sonho, a namorada a perguntar se quer casar com ele, a miúda a dizer que está grávida. Nada disso. Esta é mesmo melhor!

"Olha é para avisar que o teu primo também vai para Lisboa connosco. Ele agora é que é o meu filho. Nem tu, nem a tua irmã o são."

Isto é o que dá quando a cabra da minha mãe anda na bebida. Está dito e escrito. Já me fartei destas merdas quando vivia lá em casa e por isso mesmo é que agora mal falo com ela! Azar e que se foda!

Se calhar, ainda vou ali à conservatória "olhe, afinal sou só filha do meu pai. Tire aí o nome da minha mãe, porque ela agora tem outro filho e já não quer nada comigo, nem com o meu irmão. Demora muito isso, ou é preciso ir beber café?".

Estou fartinha desta merda... mesmo! Acho que nunca o fiz por merecer, era eu que com 5 anos tentava fazer o comer e com que 7 anos a levantava no chão porque tinha caído. Era eu que quando o meu irmão nasceu tomava conta dele. Isto tudo porque o meu pai ia trabalhar de dia e de noite, visto ela estava em casa. Azar, estou farta destas merdas... o meu irmão é meu irmão, o meu pai é o meu pai. E acabou!

Admito que o meu pai muitas vezes a deita a baixo. Mas isso não se diz!

Nota: Muitas vezes o que nos safam são os nossos amigos, que sem eles saberem fazem com que a nossa vida seja mais normal, de uma maneira ou de outra.

7 comentários:

  1. Se te der algum conforto ; estou contigo ... a tua história , não é nada fácil ... beijinho !

    ResponderEliminar
  2. Querida, força !
    Ás vezes são as coisas ditas que nos magoam e marcam...infelizmente.
    Tb tou contigo ****

    ResponderEliminar
  3. Não consigo imaginar o que deve ser passar por isso, mas não deve ser nada facil!!!

    Olha mt FORÇA!!!

    Bjito*

    ResponderEliminar
  4. nem sei o que dizer...força e calma, ok? Bj:-)

    ResponderEliminar
  5. Sissy, agora percebo porque trouxes-te o teu irmão para viver contigo, sempre tive vontade de te perguntar mas fiquei com receio de ir levantar algo que te magoasse. Penso que és uma verdadeira guerreira e talvez nunca tiveste mãe, tu é que foste a mãe da tua mãe, penso que a tua mãe precisa de ajuda, precisa de fazer um tratamento, talvez com internamento, não sei se já o fizeram mas deveriam voltar a fazer. Quanto ás palávras ditas foram de propósito para vos atingir, ditas ao teu irmão porque talvez seja o elo mais fraco. Tens de falar com ele e dizer que ela o disse só para vos magoar. Olha Sissy eu já passei pelo mesmo com o meu pai, ele sofre do problema de alcoolismo, hoje felizmente não bebe, mas durante muitos anos causou sofrimento a todos nós, é preciso tentarem descobrir o motivo que leva a tua mãe a beber, muitas vezes tem algo genético associado, e outras vezes são pressões com as quais as pessoas não conseguem lidar. Os meus pais separaram-se ao fim de 25 anos de casados e não os queria juntos por nada deste mundo porque só conseguiam uma coisa: provar dor um ao outro. Ás vezes é necessário nos colocarmos na pele da outra pessoa para tentarmos perceber o que se passa, eu fiz isso relativamente ao meu pai (a muito custo confesso porque as magoas eram muitas), mas descobri que ele não estava sozinho nesta culpa, a minha mãe também tinha uma dose muito grande de culpa, era um ciclo vicioso. Desejo que tudo melhore e lembra-te que somos sempre mais fortes do que parecemos. Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  6. oh, não sabia de nada disso.
    não deve ser nada, nada fácil. lamento.
    estou sempre na brincadeira contigo, e nem imaginava que tinhas problemas tão graves...
    desejo-te muita força, e maila-me se quiseres, podes contar sempre comigo também, somos uns para os outros!

    *beijinho* + *força*

    ResponderEliminar
  7. Pinkk Candy: não podemos deixar que os problemas nos mandem a baixo, antes pelo contrário, temos que conseguir, andar em frente e aprender com eles, e sermos sempre o melhor de nós próprios. podes continuar na brincadeira... lol é sempre agradável e faz com que fiquemos bem dispostos... ;) Beijo**

    ResponderEliminar

escreve... vá lá... não custa nada... ;)