quarta-feira, dezembro 23, 2009

What a Fuck Is That Shit?


Li no algures na blogosfera, algo sobre o Natal, e juro que fiquei a pensar naquilo que li .

O Natal cada vez mais se tornou (demasiado) consumista e hipócrita, e que as pessoas se esqueceram do verdadeiro significado do Natal.

Apesar de andar afastada Igreja, acho que é importante termos algo em que acreditar. Não vou dizer que sou uma fanática, porque não o sou. Sou a favor do aborto por opção da mulher, sou a favor do casamento gay (agora da adopção, não sei até que ponto serei a favor... ) e entre outras coisas.

Não tenho que ser a favor de todas as suas ideias, nem o devo ser. Acho que cada um têm o direito de acreditar em algo superior, no entanto, acho que devemos ter a nossa perspectiva e manter-me-nos fieis aquilo que pensamos e aquilo que queremos.

Como um amigo meu, me disse "Só eu posso saber a diferença entre o correcto e o errado, e o bem e o mal. Só eu sei como eu posso interpretar estes conceitos.". No final ainda acrescentava"devido a isto, apenas acredito em nos mesmos!".

Estou completamente de acordo com ele, ninguém me vai dizer o que pensar, o que sentir, o que fazer. No entanto, gosto de acreditar que existem alguém que nos ajuda e que nos guia (será demasiado absurdo?!?!?!?).

Isto tudo, porque algures no passado, mandaram-me embora. Era catequista e andava nos escuteiros (ópa... vocês nem imaginam o que é aquilo... de santinhos não têm nada...). No entanto, como comprei casa e vi viver com o meu namorado, mandaram-me embora.

Segundo o padre "És uma pessoa imoral, sem valores e nenhum exemplo para as crianças!"

Resumindo, não tive muita paciência para me olharem de lado e vi-me embora.

Até hoje, foi a minha melhor opção. Trabalhava directamente todos os dias, ao fim-de-semana, acordava sempre às 7h30.

Agora levanto-me às horas que quiser e ninguém me lixa o juízo.

A pergunta coloca-se serei mesmo uma pessoa imoral, sem valores e nenhum exemplo para as crianças?

I guess not... alias... tenho a certeza que não!

4 comentários:

  1. Apesar de católica, acho que os extremos nunca fizeram bem a ninguém e às vezes a igreja "peca" por isso mesmo..

    ResponderEliminar
  2. Mandaram-te embora dos escuteiros e da igreja por ires viver com o teu namorado? WTF is this?! really???
    =O

    kiss

    ResponderEliminar
  3. feliz natal! pois, o facto de muita gente desistir da igreja tem a ver com os padres.. mas deixa lá, Deus é muito mais do que isso :)

    ResponderEliminar
  4. Como eu digo numa postagem minha podemos agradecer a Deus, ao Universo, às Estrelas... Sou cristã, católica acho que cada vez menos por ouvir demasiadas coisas que não me agradam. De imoral não tens nada, só o coração cheio de amor para o viveres em pleno, só a igreja ficou a perder... Beijinhos.

    ResponderEliminar

escreve... vá lá... não custa nada... ;)